A empresa que vencer a licitação será gestora dos quiosques pelos próximos cinco anos, contados a partir do próximo mês de junho

A Prefeitura de Vitória promete divulgar ainda nesta semana o edital de licitação para escolher quem vai gerir os 14 quiosques ao longo da avenida Dante Michelini, em Camburi.

Após bom resultado, nesta licitação será mantido o modelo adotado no Festival Gastronômico de Verão, onde uma única empresa administra todos os estabelecimentos.

A empresa que vencer a licitação será gestora dos quiosques pelos próximos cinco anos, contados a partir do próximo mês de junho, e buscará parceiros que estejam interessados em desenvolver atividades gastronômicas e afins nos espaços.

O diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento, Inovação e Turismo de Vitória (CDV), Leonardo Krohling, explica que este é um modelo já adotado em outras cidades turísticas do País. “Nós estudamos bastante e consideramos como o melhor caminho. Com isso, nós ganhamos agilidade. Temos de pensar sem medo de mudar”, disse.

Curva da Jurema

Já na Curva da Jurema, três novos quiosques já estão sendo reformados para uso. Até o segundo semestre, uma nova licitação em bloco será realizada, onde uma única empresa será responsável por mais seis quiosques. No total serão nove quiosques para reforçar o polo gastronômico local, fazendo assim uma renovação dos estabelecimentos.

E para orientar os futuros concessionários, a CDV, em parceria com o Sebrae-ES e Sindbares, irá oferecer capacitações sobre atendimento ao turista, boas práticas em manipulação de alimentos, atendimento e gestão de negócios.

“A proposta é que os empresários contribuam para a sustentabilidade e ainda garantam ganhos financeiros para os negócios, a partir de propostas e maneiras de evitar o desperdício e a redução de custos. Além de saberem indicar pontos turísticos da cidade”, garantiu Leonardo Krohling. Os cursos serão promovidos pelo Centro de Apoio ao Empreendedor de Vitória.