Nos próximos 12 meses, 5.366 viaturas serão recuperadas

RIO — O Tribunal de Contas do Estado (TCE) aprovou o edital do comando da Polícia Militar do Rio para a recuperação e manutenção de toda a frota da corporação. Nos próximos 12 meses, as 5.366 viaturas, entrecarros, motocicletas, ônibus, caminhões e, furgões passaram por reformas. Os blindados estão fora do edital.

A PM vai aplicar R$ 93,3 milhões na contratação de empresas credenciadas em todo o território do estado. Estão em processo de credenciamento 55 oficinas, sendo que 15 delas já estão habilitadas para fechar o contrato. O início dos reparos das viaturas está previsto já para a próxima semana.

Os recursos para o pagamento pelo serviço sairão do orçamento da própria Polícia Militar e de um convênio com o Detran. As viaturas da PM estão sem manutenção formal há mais de um ano: desde junho de 2016 no interior do estado e de setembro na capital.

O Conselheiro do TCE Rodrigo Melo do Nascimento ressaltou que a Corte não constatou qualquer irregularidade, destacando que “o exame de economicidade alcançou 100% do valor total estimado para esta licitação, não tendo sido encontrada qualquer incompatibilidade quanto aos preços estimados pela PMERJ em relação àqueles pesquisados em nossas fontes de referência e nas tabelas de preços pré-determinados”.

Entre a elaboração e a aprovação foram nove meses para que o edital fosse concluído. O trabalho consistiu na construção de termos de referência; formação de tabela de preços; realização de audiências públicas nas sedes dos Comandos de Policiamento de Área (CPAs) de todo o estado para apresentação da proposta às empresas interessadas; e lançamento do edital para análise prévia do TCE.

Nenhuma notícia relacionada encontrada.