Certame foi suspenso porque não haveria tempo hábil para o município responder aos questionamentos sobre o edital feito pelas empresas interessadas em participar.

Prefeitura de Campo Grande suspende licitação para equipamentos eletrônicos de fiscalização de trânsito
Equipamentos antigos de fiscalização eletrônica estão desativados na cidade e serão removidos após a licitação (Foto: Gabriela Pavão/ G1 MS)

A prefeitura de Campo Grande suspendeu nesta segunda-feira (6) a licitação para a contratação de empresas que ofereça o serviço de gerenciamento de equipamentos eletrônicos de fiscalização de trânsito. O edital do certame havia sido publicado no dia 4 de outubro deste ano.

Segundo a prefeitura, o certame foi suspenso porque não haveria tempo hábil para o município responder aos questionamentos sobre o edital feito pelas empresas interessadas em participar. A expectativa, conforme o Executivo é que a retomada do processo licitatório com a definição de uma data para a apresentação das propostas possa ser definida na próxima semana.

De acordo com a prefeitura, o procedimento têm o objetivo de contratar a empresa mais especializada na área, com equipamentos que possibilitem o registro de imagens, radares, câmeras de monitoramento, talonários eletrônicos e vídeos, entre outros.

Segundo o edital, devem ser instalados radares em 97 faixas, 30 faixas de lombadas eletrônicas e equipamentos mistos em cruzamentos com semáforos para fiscalizar irregularidades cometidas no trânsito da capital sul-mato-grossense.

A Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran) informou que após o processo de seleção, a empresa vencedora assinará um contrato com prazo de dois anos para realizar o trabalho previsto. Os equipamentos antigos espalhados pela cidade serão removidos, enquanto os novos dotados de alta tecnologia serão instalados pela empresa contratada.