A Prefeitura Municipal de Ponta Grossa abrirá licitação para contratar uma empresa para realizar obras de restauro e manutenção do teto de geso do Cine Teatro Ópera.

O valor máximo é de R$ 6.240 e inclui o material para a sua realização e também a mão de obra. Segundo o diretor do Cine Teatro Ópera, Cirilo Barbisan, essa manutenção diz respeito a troca de placas de geso e também o fechamento de goteiras que ocasionaram infiltrações no teto que é de geso. O edital para as empresas interessadas será lançado no dia 8 de maio, as 14 horas.

Segundo Cirilo, esse ano estão previstas várias outras licitações para a parte interna e social do teatro. Uma delas é a troca do carpete, que segundo o diretor, deve ser trocado em Julho desse ano. “Nós conseguimos a doação do carpete no ano passado, mas só esse ano conseguimos que alguém fosse realizar a troca. Não marcamos nenhum evento em julho para que possamos enfim colocar os carpetes novos no lugar”.

Para Cirilo o problema da demora em realizar as manutenções e reformas no teatro é que muitas licitações acabam desertas (quando não há nenhum interessado). Como é o caso da troca das lâmpadas do Teatro, “foram três anos para conseguirmos comprar as lâmpadas através das licitações, pois todas acabavam desertas. Nós conseguimos boa parte das lâmpadas, mas esse ano teremos que licitar novamente para concluir a troca em todo prédio, que já necessita de lâmpadas novas” conta Cirilo. “Ainda vamos abrir esse ano licitação para a troca das poltronas, que é uma das licitações que mais deserta”, afirma o diretor. Ele espera que as empresas se mobilizem para que todas as manutenções e trocas sejam realizadas ainda esse ano.

A ultima reforma no prédio aconteceu em 2002, um ano depois do prédio ser passado para a Prefeitura Municipal de Ponta Grossa, e durou cerca de 5 anos. A obra custou aproximadamente R$ 4,7 milhões e foi uma parceria do Governo do Estado com a Prefeitura de Ponta Grossa.

O prédio

O prédio foi construído em 1947, o primeiro prédio construído com base na verticalização da cidade, considerado modernização da arquitetura na época, e alguns anos depois, em 1950 foi reinaugurado como um cinema. Desde 2006 o Cine Teatro Ópera recebe apresentações do Festival Nacional de Teatro (Fenata) de Ponta Grossa.

O imóvel é tombado pelo Conselho Municipal de Patrimônio Cultural (Compac), de Ponta Grossa e faz parte do conjunto patrimonial, arquitetônico, cultural e artístico da cidade.