Notícias

Prefeito de Campina Grande suspende licitações para São João 2017

04/01/2017 | |

Publicação do portal Jornal da Paraíba do dia 03 de Janeiro de 2017.

Suspensas contratações de empresas para captar patrocínio. Festa terá menos atrações.

Prefeito de Campina Grande suspende licitações para São João 2017

Divulgação/Codecom- CG
Prefeitura vai mudar gerenciamento de festa para evitar problemas com contratação e pagamento de cachês de artistas

A Prefeitura de Campina Grande suspendeu duas licitações relacionadas ao Maior São João do Mundo versão 2017. Os avisos de suspensão foram publicados no Semanário Oficial do Município. A festa está marcada para o período de 2 de junho a 2 de julho.

O primeiro pregão tinha como objeto a contratação de empresa especializada para prospecção, intermediação e captação de empresas e entidades para negociação e contratação de cotas de patrocínio e apoio financeiro nas áreas cultural, turística e e social para a realização dos festejos juninos deste ano.

Sem cachê

Em 2016, a empresa vencedora foi a Aliança, mas teve problema. O cantor Genival Lacerda denunciou pelas redes sociais que não tinha recebido o cachê pelo show feito no Parque do Povo. Em nota, o prefeito Romero Rodrigues explicou que, originalmente, o pagmento do cachê a Genival Lacerda e outros artistas seria feito pela empresa Aliança, de Recife, responsável pela captação de patrocínios para o Maior São João do Mundo.

Como a Aliança alegou não ter condições de quitar o pagamento, a prefeitura tentou encontrar uma forma legal para resolver o problema, já que o contrato não foi firmado com o poder público municipal, havendo portanto sérios riscos em relação à prestação de contas.

Estrutura

A Prefeitura de Campina Grande também suspendeu a licitação contratação de empresa especializada na execução dos serviços de montagem e desmontagem de 70 camarores para serem utilizados durante a realização do Maior São João do Mundo.

Novo formato

Nesta terça-feira (3), o prefeito Romero Rodrigues informou que já estão sendo finalizados estudos sobre o evento e profundos ajustes serão implantados na formatação do gerenciamento da festa.
Ele ressaltou que o evento não vai perder o grandioso caráter popular e de livre acesso à todas as classes sociais.

Entre as mudanças, o prefeito adiantou que o número de atrações será diminuído e o tempo de apresentação dos artistas será estendido. A ideia é diminuir os custos e otimizar o evento, que contará em 2017 com uma forma diferente de gerência, evitando problemas com contratação e pagamento dos cachês.