Artigos

Licitação

Como Vender Para O Governo?

Como Vender Para O Governo?

Você sabia que no último ano o governo federal gastou mais de 38 bilhões de reais com compras governamentais por licitações públicas? Vender para o governo é uma forma de negócio altamente lucrativa, principalmente se tivermos em vista que está cada vez mais difícil encontrar novos clientes no mercado privado. 

Sabendo disso, preparamos algumas dicas de como participar de licitações públicas que irão ajudar você a entrar no mercado de negócios públicos e vender para o governo. Confira!

4 dicas de como vender para o Governo

Hoje em dia, no Brasil, a livre concorrência e a qualidade dos produtos e serviços são aspectos valorizados em todos os processos de vendas para Órgãos Públicos — federais, estaduais e municipais. 

A Lei que regulamenta como vender para o Governo por meio de processo licitatório é a Lei n° 8.666/93, onde são estabelecidas regras objetivas, transparentes e que não permitem o tratamento diferenciado entre empresas brasileiras ou estrangeiras. 

O processo licitatório é feito por meio das modalidades de licitação e usado para obras, alienações e compras de produtos e serviços. Para que haja livre concorrência e transparência, toda e qualquer empresa pode participar sem distinção de segmento e porte. 

Veja agora as quatro dicas que irão te ajudar a vender para o governo.

1. Regularize sua situação fiscal

Manter atualizado o Sistema de Cadastramento Unificado de Fornecedores (SICAF) e as contas da empresa em dia é importante, pois facilitará a verificação dos documentos de regularidade  que são exigidos pela maioria dos editais. 

2. Verifique os editais

Esteja atento aos prazos e informações do Diário Oficial da União — estaduais e municipais — e também às informações dos sites de compras governamentais, onde são publicados os editais de licitações. 

Esse ponto é importante, pois muitos erros são cometidos pela falta da leitura do edital. Todos aqueles que sabem como vender para o governo, dedicam um bom tempo de atenção especial à leitura do edital. 

3. Procure por parcerias

Depois de confirmar no edital que você cumpre os requisitos necessários para participar, você deve certificar se sua empresa é capaz de oferecer aquilo de que o órgão está buscando por meio do procedimento licitatório.

Se você for uma grande empresa, atente-se para os ditames da Lei Geral: empresas de grande porte devem subcontratar até 30% dos serviços das pequenas empresas para auxiliar no projeto. 

4. Seja inovador

A concorrência em um processo licitatório pode ser grande e os preços muito parecidos, por isso uma alternativa para se destacar é procurar investir em serviços ou produtos exclusivos. 

Essa dica serve, especialmente, para as pequenas e médias empresas. Uma ME ou EPP pode não conseguir competir com grandes players em questões de preço e produção, porém, pode se sobressair oferecendo algo único e inovador, que realmente agregue valor à qualidade do serviço, aumentando as chances em modalidades onde a técnica é levada em consideração.


Gostou de saber como vender para o Governo? Quer saber mais sobre como participar de processos licitatórios?  Acesse nosso Portal e saiba mais!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *