Artigos

Empreendedorismo

Passo a Passo — Como Fazer Balanço Patrimonial

Passo a Passo — Como Fazer Balanço Patrimonial

O balanço patrimonial é de extrema importância para refletir e entender acerca da atual situação econômica da empresa, assim como analisar o histórico financeiro sempre que necessário. Portanto, nós, do ConLicitação, preparamos este conteúdo especial sobre como fazer balanço patrimonial em simples passos.

Ficou interessado? Continue acompanhando este artigo!

O que é balanço patrimonial e qual sua importância?

Antes de falarmos sobre como fazer balanço patrimonial, que é o foco central do texto, achamos importante nos aprofundarmos um pouco mais em seu conceito. Afinal, faz-se necessário entender o porquê de fazer esse levantamento, pois, só assim, saberá como analisá-lo a favor do seu negócio.

De forma resumida e simplificada, o balanço patrimonial é um documento contábil com os ativos e passivos da empresa. Ou seja: todo o dinheiro que entra e sai do caixa, com seus respectivos endereçamentos.

Justamente por mostrar o cenário econômico da companhia, o balanço patrimonial é capaz de guiar as tomadas de decisão por um caminho seguro, já que você terá como base confiável todos os dados qualitativos e quantitativos de determinado período de tempo. Sendo assim, conseguirá prever o tamanho dos próximos passos do negócio, evitando dívidas e outros possíveis problemas financeiros no futuro.

Afinal, como fazer balanço patrimonial?

Sem mais delongas, veja como fazer balanço patrimonial em três passos objetivos e preserve-se de cometer erros nesse processo.

1. Escolha o período

O primeiro passo é o mais simples: escolher o período de tempo que você deseja analisar. Em geral, indica-se que escolha entre seis meses e um ano.

2. Levantamento de dados

Aqui, exige-se uma maior atenção e tempo, já que é preciso levantar todas as movimentações financeiras da empresa e separá-las em três modalidades:

  • patrimônio ativo: todos os bens e direitos da empresa, como, por exemplo, saldo bancário, estoque, patentes e duplicatas a receber;
  • patrimônio passivo: todas as obrigações da companhia, como impostos e salários para pagar;
  • patrimônio líquido: é a diferença entre o ativo e o passivo, representando os recursos que sócios e acionistas possuem na empresa.

3. Acompanhe e atualize constantemente

Após o levantamento e organização de todos os dados no documento, é essencial acompanhar e atualizar com rigor toda a planilha para ter uma visão completa de todas as movimentações e melhorar a administração das suas finanças.

Agora quando falamos em balanço patrimonial para fins de comprovação de qualificação econômica financeira, o intitulado balanço patrimonial na forma da lei, aqueles solicitados nas licitações públicas por exemplo, aconselhamos orientação de um contador e/ou da sua   contabilidade para uma garantia de preenchimento dos requisitos mínimos exigidos por lei.

Este artigo sobre como fazer balanço patrimonial foi útil para você? Continue acompanhando nossos conteúdos e aproveite para descobrir como ganhar dinheiro com licitações para melhorar a saúde financeira do seu negócio.

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

Campos obrigatórios *