Como compor preço para participar de licitações?

Compor preços para participar de licitações é uma das coisas mais importantes a se fazer antes de participar de uma licitação. Se você não sabe como fazer isso, leia este artigo até o fim, pois vamos te mostrar a melhor maneira de calcular o seu preço. 

Aqui você aprenderá:

  • Por que compor preços?
  • Como calcular preço para licitação?
  • Como saber se o meu preço é competitivo?
  • Como descobrir quais são os preços praticados pelos concorrentes?

Por que compor preços?

É muito comum, durante a emoção da fase de lances, empresas baixarem os seus preços até um ponto em que praticamente não há lucro – em alguns casos podendo até mesmo dar prejuízo!

Você não pode cair neste erro, principalmente porque será penalizado se não conseguir entregar o produto ou serviço. Vender para o governo não é brincadeira!

Se você ganhar uma licitação com um preço muito abaixo, pode ser necessário solicitar a sua desclassificação com base na inexequibilidade da proposta. Mas cuidado: fazer este requerimento não é garantia de que a Administração Pública deixará de penalizar a sua empresa pela imprudência. 

Por isso, antes mesmo de participar de qualquer certame, precifique e saiba quais são os seus valores mínimos. Evite dor de cabeça!

Como calcular preço para licitação?

Se você trabalha com entrega de produtos, a precificação é relativamente simples. Basta levar em consideração os seguintes itens:


  • Custo do produto: quanto você irá gastar para adquirir ou produzir determinado produto;
  • Imposto: taxas e impostos podem incidir sobre certos produtos, principalmente aqueles que requerem liberações especiais para comercialização (ex.: remédios, armas, etc);
  • Frete: custo de transporte até o local da entrega;
  • Margem de lucro: qual é a margem de lucro mínima que você deseja obter;

Para facilitar, vamos supor que a Polícia Rodoviária Federal em Goiás está solicitando 400 pacotes de 2kg de açúcar em uma dispensa de licitação. Você (que está em São Paulo) decide participar e, para isso, começa a definir os seus preços – eis a sua planilha:


  • Custo: R$4,97 a unidade;
  • Imposto: ICMS, PIS e COFINS;
  • Frete: R$300,00;
  • Margem de Lucro: 30% 
  • Valor mínimo sem lucro: R$2288,00
  • Valor mínimo com margem de lucro: R$2974,40

Vale a pena ainda acrescentar um valor extra ao custo final para levar em consideração os riscos do negócio. Por exemplo, o caminhão que transporta o açúcar pode furar o pneu, ocasionando o atraso da entrega. O órgão pode te multar se isso acontecer, mas se você acrescentar uma margem extra considerando a possibilidade da multa, não precisará esquentar a cabeça com isso.

Mas aqui vai uma dica: cuidado para não aumentar demais o seu preço em Dispensa de Licitação – em contratação direta as margens para lucrar são mínimas e os concorrentes são muitos. Se você busca maior lucratividade para sua empresa, um pregão é muito mais interessante do que uma dispensa, apesar de ser mais burocrático e demorado. 

Por outro lado, se você trabalha com serviços, a planilha de preços é bem diferente e leva uma série de outras coisas em consideração, que vão desde o valor da mão de obra e os custos dos materiais utilizados até aspectos exclusivos do segmento.

Vale a pena, neste caso, procurar editais relacionados ao seu serviço para dar uma olhada e estudar com bastante calma tudo que será exigido durante uma contratação, desta forma você conseguirá ter uma noção maior dos custos associados à execução do serviço. 

Como saber se o meu preço é competitivo?

O ConLicitação oferece uma excelente ferramenta chamada Análise de Mercado. Com ela você poderá analisar todas as licitações que aconteceram em seu segmento nos últimos 12 meses. Além disso, você também poderá verificar quais foram os produtos e serviços mais solicitados e quais os preços vencedores. 

Essa é a melhor maneira de estudar preços e ficar à frente de seus concorrentes. Assista o vídeo abaixo para ver este incrível recurso em ação:



Ficou com alguma dúvida?

Estamos aqui para te ajudar, basta falar conosco nos comentários.

Conte sempre com a gente!

Um grande abraço e ótimos negócios!

14 respostas

    1. Olá, Jarielson, como vai?

      No exemplo citado, temos que:

      O açúcar está a R$4,97 a unidade. Compraremos 400 pacotes, sendo assim, R$4,97 * 400 = R$1988,00.

      Em seguida, pagaremos mais R$300,00 de frete, portanto, R$1988 + R$300 = R$2288,00.

      Este é o valor que você pagará sem obter lucro. Se quiser uma margem de lucratividade de 30%, terá que acrescentar mais R$686,40, pois 30% de R$2288,00 é R$686,40.

      Neste caso, o valor mínimo seria de R$2974,40, já considerando o lucro desejado.

    1. Olá Bianca,

      Ficamos contentes que o conteúdo tenha lhe agradado.

      Simplificando o tema: Para o poder público realizar uma compra como regra precisa licitar, a licitação é uma espécie de processo seletivo em que seleciona o fornecedor que apresentou a melhor oferta e que preencheu todos os requisitos exigidos.

      Este selecionado será convocado para a celebração do contrato. Temos algumas modalidades de licitação o Pregão é uma delas.

      Na dispensa não há processo seletivo (licitação), é uma excessão à regra. Em algumas situações a lei admite que se faça uma contratação direta sem a realização de uma licitação, tornando o processo de compra mais rápido e menos burocrático.

      Em outras palavras: Na dispensa não haverá a necessidade de realizar o processo seletivo (licitação), pula essa etapa e vai direto para a contratação.

      Espero que tenha esclarecido a sua dúvida.

      Um grande abraço.

    1. Olá, Carlos, como vai?

      Ficamos muito felizes com seu comentário. É sempre uma alegria saber que conseguimos ajudar!

      Sempre que precisar, conte com a gente!

      Um grande abraço e ótimos negócios!

  1. olha acabei de v seu material…agora to ficando animado poq ssmpre que tento xiste um valor ……e vc deu espricaçao bem rasoavel;;;eu quero aprendeer pra te a hablitaçao como pede e tenta ter centificado exigido pelo os orgaos ,,,vc e um ou e o mesmo sistema do cicae

    1. Olá, Paulo, como vai?

      Seja bem-vindo ao fantástico mundo das licitações!

      Seguem dois artigos que podem lhe ajudar a entender melhor como conseguir a habilitação para participar de licitações:

      Certificado de Registro Cadastral: o que é e como tirar o seu
      https://portal.conlicitacao.com.br/duvidas/certificado-de-registro-cadastral-o-que-e-e-como-tirar/

      Checklist de Documentos para habilitação em licitação
      https://portal.conlicitacao.com.br/duvidas/checklist-de-documentos-para-habilitacao-em-licitacao/

      Sempre que precisar, conte com a gente!

      Um grande abraço e ótimos negócios!

    1. Olá, Roberto, como vai?

      Cadastre-se em nossa plataforma para verificar as melhores oportunidades em sua área de atuação.

      http://www.conlicitacao.com.br

      Você tem o período grátis e nele já tem acesso a todas as funcionalidades ConLicitação!

      Se tiver qualquer dúvida, conte com a gente!

      Um grande abraço e ótimos negócios!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acompanhe nossas últimas atualizações

Empreendedorismo
Vinicius Miranda

Os Principais Erros de um Licitante

Para participar de uma licitação é necessário estudar como funciona o processo. Muitos licitantes acreditam que basta ofertar o menor preço para ganhar um certame

Leia mais »